Gestão de Marcas em Tempos de Crise
Gestão de marca: dicas para fortalecer a marca em tempos de crise
30 de abril de 2020
Como fidelizar clientes para sua loja
A hora da fidelização: como fidelizar clientes na sua loja?
7 de maio de 2020

Saber como vender em tempos de crise nem sempre é uma tarefa simples, não é mesmo? Quando estamos “no olho do furacão”, são muitas decisões a serem tomadas: equilibrar as contas, vender mais, manter os funcionários, conquistar mais clientes, repensar os produtos e serviços vendidos, etc.

Em primeiro lugar, tenha calma. Ela é essencial para a tomada de decisões mais racionais e que tenham mais chances de dar certo.

Em segundo lugar, confira algumas dicas práticas no artigo de hoje. Se quiser compartilhar sua experiência de como vender em tempos de crise, deixe o seu comentário no final, combinado?

1. Recomponha o seu capital de giro

Antes de mais nada, é importante ter o capital de giro no azul, já que ele ajuda no pagamento das despesas do seu empreendimento.

Se ele estiver no vermelho, é hora de pensar em estratégias para recompô-lo. Em primeiro lugar, verifique quais despesas podem ser cortadas ou renegociadas, e, em seguida, estude formas de injeção de caixa rápido. Se for preciso, estude linhas de crédito baratas e com prazos maiores de carência. 

Na dúvida, você também pode pedir ajuda ao Sebrae da sua região, que oferece consultorias a pequenos e médios empresários. 

2. Invista no relacionamento com os clientes

Outra importante dica de como vender em tempos de crise é se aproximar ainda mais dos seus clientes.

É hora da sua empresa se colocar mais à disposição, de publicar conteúdo informativo nas redes sociais, de responder às dúvidas de todos. Posicionar a sua marca em tempos de crise é importante para que o cliente perceba um valor a mais em seu negócio e aumente as chances de comprar de você.

Confira aqui algumas dicas para fortalecer a marca em tempos de crise

3. Venda vouchers para depois da crise

Os setores de turismo e de eventos têm feito muito isso: em vez optarem pelo cancelamento dos contratos de viagens e eventos, eles têm investido na venda de vouchers para serem utilizados depois da crise.

Aliás, existem até restaurantes e cafés que também estão vendendo combos previamente para serem consumidos quando houver a permissão de funcionamento normal.

Então, será que o seu negócio também pode fazer isso? 

Leia também: 5 dicas de marketing para aumentar as vendas

4. Aprenda a como vender em tempos de crise utilizando a técnica de upsell

Oferecer serviços ou produtos adicionais aos itens que o seu cliente está comprando logo após seu pagamento, ou, no momento dele: esta é a técnica de upsell.

A ténica do upsell é bastante utilizada no mercado local e também digital e você pode pensar em aumentar o leque de opções de itens que podem ser oferecidos aos clientes. 

A ideia é aumentar o ticket médio de cada venda, mas atenção: o produto extra deve ter um valor menor do que o item comprado pelo cliente. 

Por exemplo:

  • Se você vende ração para animais, pode oferecer outros alimentos ou acessórios relacionados ao momento de alimentação dos bichinhos;
  • Se você vende smartphone, pode oferecer um combo com a capa e um fone de ouvido;
  • Se você vende um serviço, pode oferecer um adicional de manutenção. 

5. Pense em novos produtos e serviços para atender às demandas do momento 

Saber como vender em tempos de crise também diz respeito a saber se os seus produtos e serviços realmente têm saída durante essa fase. Será que não está na hora de diversificar as ofertas, aumentando o catálogo?

Nesta matéria que saiu no portal Exame, por exemplo, várias empresas repensaram seus atuais modelos de negócio:

  • Uma empresa de serviços automotivos passou a oferecer serviços de desinfecção de ambientes para o combate à disseminação do novo coronavírus;
  • Uma pequena empresa que funcionava no estilo “iFood de comida caseira”, que entregava os pedidos em centros comerciais e escritórios na hora do almoço, precisou repensar e passou a entregar nas próprias casas, já que seus clientes estavam em home office.

Aliás, a própria GoBanners é exemplo disso. Para atender às novas necessidades dos empresários, nós que somos especializados na produção de ferramentas de comunicação visual, passamos a fabricar dois produtos que reforçam as medidas preventivas de combate ao Covid-19:

  • Divisórias antivirais, que são colocadas nos balcões de atendimento, protegendo funcionários e clientes;
  • Túnel inflável com sistema de desinfecção, que é colocado na entrada de estabelecimentos para reforçar a desinfecção de quem entra e sai deles. 
CTA Divisórias de Proteção

Quando a sua empresa física se preocupa com a saúde dos funcionários e clientes, isso também gera o aumento da percepção de valor da sua marca, fazendo com que as pessoas sintam-se mais seguras em frequentar o seu estabelecimento, e, consequentemente, comprarem de você.

E então? Gostou das dicas para vender em tempos de crise? Então confira mais sobre como a divisória antiviral pode te ajudar a vender mais em seu negócio físico

Juntos, vamos vencer este desafio!

CTA Túnel de Desinfecção

Luis Silvestre
Luis Silvestre
Luis Silvestre é proprietário e fundador da RVB Balões e Infláveis empresa com 20 anos e líder de mercado na fabricação de infláveis promocionais. No Balonismo é tetracampeão brasileiro e presidente da Federação Paulista de Balonismo. Em 2017, com sua esposa Livia Silvestre e sócia Amanda Ferreira fundaram a GoBanners Comunicação Visual, empresa focada na produção de Wind Banners e Banners Roll Up.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: