ideias para inauguração de loja - tesoura cortando fita vermelha
5 ideias para inauguração de loja
15 de julho de 2019
Logo do Whatsapp com texto Como vender pelo WhatsApp?
Como vender pelo WhatsApp Business?
14 de agosto de 2019

Eis a verdade: não tem como se destacar no mercado de hoje sem saber o que é marketing – e sem colocá-lo em prática. 

Do marketing mais simples, aquele feito boca a boca, ao mais avançado, com a utilização de tecnologias de automação de funil de vendas, as estratégias de marketing estão ao alcance de todas as empresas, de todos os segmentos.

Então, mesmo que você decida contratar uma equipe para cuidar desse setor em sua empresa, é importante você saber o que é marketing e como ele pode realmente ajudar seu negócio a prosperar.

Portanto, separe alguns minutos para ler o post de hoje. Aqui você vai entender:

  • O que é marketing?
  • Quais são os objetivos do marketing?
  • Quais são as fases do marketing e em que fase nós estamos vivendo? 
  • Quais são os principais tipos de marketing? 
  • Como criar um plano de marketing para a empresa? 

Vamos lá?

O que é marketing?

Muito se fala em marketing, estratégias de marketing, planejamento de marketing, etc. Mas nem sempre paramos para entender o real significado sobre o que é marketing – e entender isso faz toda diferença.

Segundo definição do American Marketing Association (AMA), o marketing é uma atividade, um conjunto de processos de criação, comunicação, entrega e troca de ofertas de valor para consumidores, clientes, parceiros e a sociedade em geral.

Em outras palavras, o que é marketing? Trata-se de uma atividade que procura entender e atender necessidades específicas dos consumidores – e, consequentemente, aumentar o valor de uma marca no mercado e também o seu faturamento. 

Ou seja, mais do que fazer com que as empresas vendam mais, o marketing ajuda na entrega de valor para diferentes públicos, gerando o melhor custo-benefício para eles. É esse valor agregado ao produto que faz com que os clientes permaneçam fieis e encantados com a empresa. 

Quais são os objetivos do marketing?

  • Aumentar as vendas dos negócios;
  • Fidelizar clientes;
  • Gerenciar e potencializar o valor de uma marca;
  • Aumentar a visibilidade da empresa no mercado;
  • Educar o público-alvo com informações relevantes sobre os produtos e serviços para que ele seja atraído a comprar;
  • Construir boas relações com os clientes, parceiros e colaboradores de uma empresa;
  • Engajar os funcionários da empresa a se tornarem propagadores da marca. 

Quais são as fases do marketing e em que fase nós estamos vivendo? 

O marketing surgiu há muitos séculos, desde o início das trocas comerciais quando as cidades começaram a crescer. 

Podemos dizer o marketing passou por várias fases ao longo de todo esse tempo, o que está diretamente relacionado ao comportamento do consumidor e das próprias empresas ao longo dos anos.

No início do século 20, iniciou-se a primeira fase do Marketing como conceito, o chamado Marketing 1.0. Nessa época, o foco de toda estratégia de venda era apenas o produto. Não se pensava em cliente, em público-alvo, em vantagem competitiva, em nada. A empresa tinha um produto para vender? Ela então focava seus esforços nos atributos funcionais dele para vender e pronto. 

Mas em meados da década de 1950, a concorrência entre as fábricas começou a aumentar por conta de dois fatores: a revolução tecnológica e a era da informação que nascia no período – o rádio era uma potência, e, consequentemente, houve o surgimento da televisão. Eis, então, o chamado Marketing 2.0, e nele as marcas começaram a se preocupar em atender necessidades e desejos do consumidor

Até então, tudo bem. Atender a essas necessidades continua sendo o foco das estratégias atuais de marketing. Mas, naquela época, ainda não havia a personalização de cada consumidor – ou seja, focava-se nas necessidades de um grupo grande de consumidores, e não na construção de um cliente segmentado. O foco era como o Bombril resolvia o problema das donas de casa em geral, e não no problema da Joana de Souza.

E então, surgiu o Marketing 3.0 para preencher essa lacuna. Aliás, até pouco tempo atrás estávamos vivendo essa fase do marketing, que era caracterizada por focar no indivíduo e em seus valores. Os clientes das empresas não eram apenas meros compradores, mas pessoas, com necessidades e desejos específicos. O foco dos produtos e serviços passou a ser atender a todos eles com ofertas personalizadas. 

E agora? Para entender o que é marketing, saiba que estamos vivendo a fase chamada de Marketing 4.0. Esse termo foi criado por um dos maiores teóricos da Administração Moderna, Philip Kotler, em seu livro Marketing 4.0: do Tradicional ao Digital (2016), escrito em parceria com Iwan Setiawan e Hermawan Kartajaya.  

Nessa nova fase do marketing, o foco é a transformação digital e como o consumidor se comporta nesse ambiente online. Nesse caso, cabe às empresas adotarem estratégias que chamem atenção do seu público dentro e fora do contexto online – e isso se faz por meio de conteúdos relevantes e úteis que te destaque dos milhares de conteúdos e estímulos que ele recebe diariamente.

No marketing 4.0, as estratégias online e offline devem ter como foco a criação de experiência para o consumidor, como é o caso do chamado Live Marketing, que já falamos aqui no blog. 

Quais são os principais tipos de Marketing? 

Bom, depois de entender o que é marketing e em qual fase estamos vivendo, saiba que existem dezenas de tipos marketing. Aliás, são muitos tipos mesmo – mais de 80, para você ter uma ideia. Aqui, vamos elencar apenas alguns para você ter uma noção dessas diferenças.

  • Marketing Direto: é quando a empresa utiliza um banco de dados para falar diretamente com seu público, seja por mala direta, telemarketing ou e-mail marketing, por exemplo – aliás, e-mail marketing é outro tipo de marketing.
  • Marketing Indireto: quando uma marca faz uma divulgação que não tem a cara de uma propaganda, pois é feita de forma sutil. Exemplo: um jogo de corrida de carros onde tem o logotipo da empresa na fachada de um prédio no momento do jogo. 
  • Marketing Digital: estratégias de marketing aplicadas nas ferramentas eletrônicas, como sites, blogs, e-mails, buscadores e redes sociais.
  • Outbound Marketing: estratégia de prospecção ativa de clientes, seja por meio de banners em sites, anúncios de TV, banners em pontos de venda, ligações telefônicas ou ações de marketing em lojas físicas.
  • Inbound Marketing: também chamado de Marketing de Atração, trata-se de estratégias para atrair o público em potencial, convertendo-os em clientes por meio de um processo chamado funil de vendas.
  • Marketing de Guerrilha: é uma tática de promoção de produtos e serviços de forma pouco convencional, para criar uma experiência difícil de ser esquecida no consumidor. É muito utilizada de forma local e estratégica (em ruas movimentadas, por exemplo).
  • Marketing Promocional: conjunto de ações que geram valor para a marca ao incentivar a compra de produtos e serviços – saiba mais sobre o que é marketing promocional
  • Trade Marketing: é uma estratégia entre empresas, ou seja, B2B (Business to Business). Aliás, é uma relação entre os fabricantes dos produtos e as empresas que vendem esses produtos.
    Portanto, o objetivo do trade marketing é basicamente este: criar estratégias de promoção de vendas de determinados produtos, em parceria conjunta com seus fabricantes.
    Os supermercados são excelentes exemplos de trade marketing.

Como criar um plano de marketing para a empresa? 

Um bom plano de marketing envolve uma série de aspectos, podendo focar tanto na divulgação da marca quanto na divulgação de produtos específicos.

Nesse sentido, o plano de marketing vai guiar a empresa para colocar em prática as estratégias escolhidas, e, depois, mensurar os resultados. 

Eis os principais pontos que devem compor o planejamento de marketing da empresa:

  • Planejamento estratégico: visão, missão, valores da marca, metas e objetivos. A empresa precisa ter todas essas informações em mente para conseguir direcionar seus esforços de marketing.
  • Análise do ambiente de marketing: essa análise serve para identificar insights e informações sobre o mercado em que você atua e onde colocará em prática as estratégias de marketing. Para isso, uma dica é utilizar a análise SWOT para identificar forças, fraquezas, oportunidades e ameaças do ambiente interno e externo.
  • Identificação das personas: se entender o que é marketing é compreender quem é o seu cliente ideal, uma parte fundamental do plano de marketing é identificar os perfis de clientes ideais para o seu negócio. Faça pesquisas e entenda suas necessidades, dores, sonhos e estilos de vida para entender como será a comunicação entre a marca e essas personas.
  • Mix de marketing para cada um dos segmentos: para cada segmento de cliente ideal definido, é hora de definir as estratégias a serem utilizadas com base nos 4 Ps do marketing: Preço, Praça, Promoção e Produto. Exemplo: você pretende vender sapatos (Produto). Qual será o valor dele para o cliente (Preço)? Quais serão os canais de venda (Praça)? Quais ações serão feitas para atrair o público (Promoção)?
  • Calendário de execução: é hora de tirar o planejamento do papel. Nesse caso, é importante montar um calendário com prazos, datas, metas, recursos e responsáveis por cada uma das estratégias adotadas.
  • Medição dos resultados: para medir os resultados das estratégias de marketing, são utilizados os chamados Indicadores de Desempenho e eles serão escolhidos de acordo com as necessidades da empresa. Exemplos de indicadores que podem ser medidos: Valor Médio de Venda, Taxa de Conversão, Quantidade de Vendas, Quantidade de Desistências, etc. Medir é fundamental para corrigir as arestas no decorrer do caminho e gerar resultados mais assertivos para a empresa.

E então? Conseguiu entender o que é marketing e a força que ele tem no mundo em que vivemos? Então não hesite em investir nessa atividade para destacar a sua empresa no mercado e gerar valor aos seus clientes.

E por falar em se destacar, confira 4 dicas para se destacar da concorrência a curto prazo. Até a próxima!


Acompanhe nosso Instagram @gobanners

Luis Silvestre
Luis Silvestre
Luis Silvestre é proprietário e fundador da RVB Balões e Infláveis empresa com 20 anos e líder de mercado na fabricação de infláveis promocionais. No Balonismo é tetracampeão brasileiro e presidente da Federação Paulista de Balonismo. Em 2017, com sua esposa Livia Silvestre e sócia Amanda Ferreira fundaram a GoBanners Comunicação Visual, empresa focada na produção de Wind Banners e Banners Roll Up.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: