Você sabe o que é Marketing
Você sabe o que é Marketing? Entenda tudo de uma vez por todas!
5 de agosto de 2019
Wind Flag Banner no PDV - Wind Banner da Honda no Ponto de Venda
Wind Flag Banner no PDV: 3 segmentos que se beneficiam com essas ferramentas de mídia
22 de agosto de 2019

Vender pelo WhatsApp Business vai muito além de passar o dia oferecendo ofertas e mostrando produtos. Aliás, essa ferramenta de mídia também precisa do mesmo planejamento e cuidados que você tem com as outras ferramentas, como e-mail, blog e redes sociais.

Em outras palavras, sem a estratégia certa, a sua empresa corre o risco de ser prontamente bloqueada por sair divulgando produtos errados para um público errado.

Então, sem mais delongas, separamos algumas dicas importantes para você colocar em prática ainda hoje – aliás, a dica inicial é esta: não venda pela WhatsApp comum; aprenda a vender pelo WhatsApp Business.

Afinal, lembre-se que:

O WhatsApp Business é como um telefonema – só que por escrito

Antes de entender melhor qual é a força de utilizar o WhatsApp Business para vender produtos e serviços, uma analogia é necessária: o aplicativo funciona como um telefonema, mas por escrito.

Isso quer dizer, pelo menos, três coisas:

  1. Você precisa coletar o telefone de contato dos seus clientes.
  2. Você precisa pedir a permissão deles para incluir seus contatos no aplicativo.
  3. Você precisa saber a hora certa de entrar em contato, sem exagerar na dose. 

O objetivo central do WhatsApp Business é o mesmo do WhatsApp comum: favorecer uma comunicação clara, rápida e individualizada. Ou seja, as mensagens precisam ser divulgadas de forma personalizada de acordo com o perfil de cada um dos seus clientes, da mesma forma que isso é feito em uma ligação telefônica. 

Entendido isso, continuemos a falar sobre o WhatsApp Business. 

Por que vender pelo WhatsApp Business?

O WhatsApp Business é um aplicativo (também gratuito) específico para pequenas e médias empresas. Lançado em 2018, ele conta com uma série de recursos profissionais que ajudam na interação entre a empresa e seus clientes. 

Falando especificamente de marketing, o WhatsApp Business é uma ótima ferramenta do chamado Marketing Conversacional. Nesse tipo de estratégia, a empresa foca na construção de um relacionamento um-a-um com os clientes e potenciais clientes. 

Bom, mas por que optar vender pelo WhatsApp Business em vez do WhatsApp convencional? Por vários motivos:

  • A empresa fica com uma imagem mais profissional, já que no app é possível inserir o logotipo, a descrição do negócio, o endereço físico, o horário de funcionamento, além de links para o endereço da empresa no Google Maps.
  • Também existe a possibilidade de criar uma conta utilizando um número fixo de telefone – ou seja, não é preciso utilizar o número pessoal para atender aos chamados dos clientes.
  • Vender no WhatsApp Business também proporciona várias funcionalidades, como mensagens de boas-vindas e mensagens de ausência; ambas podem ser enviadas de forma automática assim que os clientes entrarem em contato.
  • Outra grande vantagem de vender pelo WhatsApp Business é a possibilidade de organização de contatos com etiquetas personalizadas. Dá, por exemplo, para classificar cada cliente com base no momento em que estão no funil de vendas (fase de descoberta, aprendizagem, reconhecimento do problema, compra, pós-vendas, clientes que estão há muito tempo sem comprar, etc.). 

Dicas para vender pelo WhatsApp Business

Encontre um gatilho para tornar a primeira mensagem mais personalizada

O primeiro contato da empresa com o cliente via WhatsApp Business pode ser bem planejado para que ele se sinta valorizado. 

Como assim? Em vez de enviar uma mensagem “pronta”, encontre algum gatilho para iniciar a conversa. Gatilho aqui quer dizer encontrar alguma informação que somente você o seu cliente saibam, o que pode ser, por exemplo:

  • quando foi a última vez que ele comprou;
  • o produto que comprou;
  • a forma de pagamento que ele costuma utilizar;
  • a data de aniversário, etc.

A partir de um desses assuntos, comece a conversa. “Boa tarde, fulano! Tudo bem? Como hoje é o seu aniversário, queremos presentear você com um desconto de X% em sua próxima compra”. Ou, ainda: “Bom dia, fulano! Tudo bem? Como você adquiriu recentemente o produto X, gostaria de saber se você tem alguma dúvida sobre ele e aproveitar para oferecer um produto que pode complementar seu uso”. 

A ideia é fazer com que o cliente saiba que você realmente está falando com ele, e não com um contato aleatório para vender mais.

Saiba como montar uma boa mensagem ao cliente

  • Sempre envie uma mensagem ao cliente colocando o nome dele.
  • Utilize espaçamento entre os parágrafos para facilitar a leitura. Um texto grande sem nenhum parágrafo pode espantar o cliente e a mensagem pode não ser respondida.
  • Você pode utilizar palavras em negrito, tachado ou em itálico para destacar alguma informação. Faça assim: para negrito, coloque * antes e depois da palavra; para itálico, coloque _ antes e depois da palavra; para tachado, coloque ~ antes e depois da palavra. 

Utilize os recursos de áudio e de chamadas de vídeo

Outra dica para vender pelo WhatsApp Business é investir nos recursos de áudio e chamada de vídeo para aperfeiçoar o atendimento aos clientes. Aliás, poucas empresas utilizam esse recurso, o que já torna você um diferencial.

No caso do envio de mensagens de áudio, você pode utilizar para explicar alguma informação mais detalhada, que precisa ficar bem clara. Mas cuidado com áudios longos! Envie mensagens de, no máximo, 1 minuto.

Quanto às chamadas de vídeo, elas podem ser utilizadas para você agendar um atendimento mais personalizado, como uma reunião ou a demonstração de um produto, por exemplo. Mas atenção: sempre peça autorização dos clientes antes de iniciar a chamada, combinado?

Como vender pelo WhatsApp Business dicas

Dicas extras:

  • Antes de tudo, saiba que assim que uma empresa e um cliente iniciam uma conversa via WhatsApp Business, essa primeira mensagem deve ser um modelo pré-aprovado pela própria plataforma – somente depois da mensagem ser respondida, a conversa segue normalmente.
  • Outra regra do WhatsApp Business é que o contato com o cliente deve ser feito por meio de uma linha de telefone oficial da empresa – e não de um telefone particular. Caso contrário, isso pode gerar uma penalidade séria.
  • Ao vender pelo WhatsApp, otimize ao máximo a tarefa dos atendentes para que o atendimento seja o mais eficiente possível. Uma dica é criar mensagens prontas e que são enviadas com mais frequência – tais como: saudações iniciais; lembretes de compromissos já agendados; resolução de problemas; agradecimento pela compra, etc. 
  • Mantenha a linguagem a mais humanizada possível, sem perder a objetividade e a clareza das informações.
  • Utilize emojis para ajudar nessa linguagem humanizada – mas não exagere.
  • Mantenha os clientes a par de novidades e ações promocionais da empresa. 
  • Crie descontos especiais para quem fechar negócio via WhatsApp (mas leia as regras da plataforma para que o excesso de mensagens não configure um spam, que gera punição). 
  • Envie conteúdo multimídia, como fotos dos produtos, vídeos com unboxing, áudios, textos, cases de sucesso, etc. Tenha uma periodicidade natural, sem exagerar no envio – por isso é fundamental conhecer bem o seu público.
  • Respeito o horário de funcionamento da empresa – não envie conteúdos e mensagens fora desse horário.
  • Acrescente frases persuasivas e de senso de urgência nas mensagens; por exemplo: “últimas unidades”, “por tempo limitado”, “últimos lugares disponíveis”, etc. 

Agora, fique atento à dica final: a partir de agosto de 2020, entrará em vigor a chamada Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). A Lei nº 13.709/2018, diz respeito a coleta, ao uso e ao tratamento dos dados pessoais por parte de empresas públicas e privadas.

Nesse caso, a empresa está obrigada a solicitar autorização de todos antes de coletar dados pessoais. Isso quer dizer que se um cliente entrou em sua loja, você pegou o contato telefônico dele e começou a enviar mensagens via WhatsApp sem a prévia autorização, poderá sofrer sanções, que inclui o pagamento de multa.

Então, é importante que a sua empresa se adapte à Lei o quanto antes. Na prática, sempre colha a autorização prévia (por escrito ou por meios digitais) dos clientes e potenciais clientes antes de coletar qualquer dado pessoal. Além disso, a empresa também será obrigada a informar no momento da autorização o objetivo da coleta dos dados de forma clara. 

Aliás, se você quiser saber mais sobre a LGPD, deixe o seu comentário que faremos um post especial sobre isso, com dicas de como a sua empresa pode se adequar o quanto antes a ela. 

E então? Preparado para vender pelo WhatsApp? Complementando esse assunto, conheça todas as vantagens e como funciona o chamado processo de vendas – ele é indispensável para todas as suas estratégias, sejam elas on-line ou off-line.

Até a próxima!

Acompanhe nosso Instagram @gobanners

Luis Silvestre
Luis Silvestre
Luis Silvestre é sócio-fundador e CEO da RVB Balões e Infláveis empresa com 19 anos e líder de mercado na fabricação de infláveis promocionais. No Balonismo é tetracampeão brasileiro e presidente da Federação Paulista de Balonismo. Em 2017, com sua esposa Livia Silvestre e sócia Amanda Ferreira fundaram a GoBanners Comunicação Visual, empresa focada na produção de Wind Banners.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: