Abertura dos comércios dicas de segurança
Abertura do comércio: 5 dicas para funcionar com segurança
25 de junho de 2020
Banner promocional no PDV
Banner promocional no PDV: quais as vantagens de utilizar?
9 de julho de 2020

As pequenas empresas são combustíveis essenciais para o nosso país. Elas movem a economia, geram empregos e oportunidades de crescimento. 

No entanto, nem é preciso dizer que elas vêm sofrendo um grande impacto por causa da pandemia do novo coronavírus. 

Segundo recente pesquisa do Sebrae, 5,3 milhões de pequenas empresas brasileiras precisaram mudar suas rotinas de funcionamento (31% do total), enquanto outras 10,1 milhões (58,9% delas) interromperam suas atividades de forma temporária. 

Pensando nisso, no artigo de hoje separamos algumas boas práticas para que pequenas empresas possam se reerguer e atrair clientes durante e também após a pandemia passar. 

1. Enxugue os custos

A primeira dica para pequenas empresas que estejam enfrentando momentos de crise – e também momentos de abundância – é reduzir seus custos fixos. É preciso preservar ao máximo o capital de giro para que essas despesas continuem sendo sanadas. 

Revise contratos, renegocie dívidas, negocie valores com fornecedores. Quanto aos funcionários, a dica é sempre tentar mantê-los ao máximo, mas se estiver difícil, antes de pensar em demissão, existem algumas alternativas, tais como:

  • estabelecer jornada em home office;
  • reduzir a carga de trabalho ou suspender o contrato, de acordo com a Medida Provisória 936, o que faz com que o governo arque com os salários dos funcionários por determinado período;
  • utilizar o banco de horas;
  • dar férias.

 Saiba mais: 5 dicas de segurança para reabrir o seu comércio. 

2. Reforce a integração entre o atendimento físico e virtual

A verdade é que não sabemos quando, de fato, teremos uma vacina ou um medicamento eficaz para combater a Covid-19. Isso pode fazer com que tenhamos que conviver com ondas de surto por mais tempo, ora restringindo ora flexibilizando as medidas de abertura do comércio. 

Nesse caso, a dica fundamental é reforçar a integração entre os meios offline e online e assim permanecer mesmo quando tudo passar. Esses dois meios são importantes para que as pequenas empresas consigam manter o contato com seus clientes durante e após as medidas restritivas. 

Portanto, pesquise em quais redes sociais os seus clientes estão e esteja lá também. Ofereça produtos e promoções no WhatsApp, faça atendimentos em videochamadas (se o cliente preferir), permita que eles comprem mesmo à distância. 

3. Pequenas empresas precisam investir na entrega em domicílio

De uma maneira geral, as pessoas não deixarão de frequentar os estabelecimentos comerciais, mas a comodidade de também poderem comprar à distância e receberem seus produtos em casa é um ponto positivo que vem destacando as pequenas empresas de seus concorrentes.

Por isso, a dica para reestruturar o seu negócio no novo normal é esta: oferecer a melhor experiência de compras possível. Não importa se o seu estabelecimento for uma loja de ferramentas, um pet shop, um mercado, uma loja de roupas, etc. Ofereça o delivery aos clientes. 

4. Crie ações promocionais 

As boas e velhas ações promocionais são excelentes maneiras de se reerguer em tempos de crise e também em tempos de abundância.

E nem é preciso investir muito. O segredo é conhecer as preferências do seu público para saber como atraí-los em ações promocionais, que podem ser variadas:

  • programas de fidelização;
  • sorteios;
  • degustação de produtos;
  • distribuição de brindes;
  • queimas de estoque;
  • descontos personalizados.

Leia também: Como criar ações de marketing com poucos recursos

5. Atraia a atenção dos clientes na loja física

O visual sempre foi o responsável por atrair as pessoas, não é mesmo? No caso de pequenas empresas, elas precisam chamar atenção, pois com menos pessoas nas ruas em tempos de pandemia, a disputa entre a concorrência torna-se ainda maior.

Nesse caso, existe uma ferramenta simples e acessível (financeiramente falando) para atrair a atenção: os wind banners

As bandeiras de propaganda já são utilizadas em muitos setores, como em concessionárias de veículos, por exemplo, mas as pequenas empresas têm percebido o poder de atração dessas ferramentas e aderido a elas. 
Quer saber mais detalhes? Então confira agora o que é um wind banner e quais são suas vantagens para pequenas empresas.

cta comprar wind banner
Luis Silvestre
Luis Silvestre
Luis Silvestre é proprietário e fundador da RVB Balões e Infláveis empresa com 20 anos e líder de mercado na fabricação de infláveis promocionais. No Balonismo é tetracampeão brasileiro e presidente da Federação Paulista de Balonismo. Em 2017, com sua esposa Livia Silvestre e sócia Amanda Ferreira fundaram a GoBanners Comunicação Visual, empresa focada na produção de Wind Banners e Banners Roll Up.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: