Campanhas-de-vacinação-H1N1
Campanhas de vacinação: 4 dicas para trabalhar a comunicação da vacinação H1N1
8 de junho de 2021
Vantagens-do-banner-para-fachada
Conheça as vantagens do banner para fachada personalizada
22 de junho de 2021

Abrir uma distribuidora de bebidas pode ser um negócio lucrativo, mesmo em tempos de pandemia.

Aliás, os dados comprovam isso. De acordo com dados da Receita Federal, o nosso país ganhou mais de 48 mil novas distribuidoras entre os meses de janeiro e outubro de 2020, o que representou um crescimento de 76% comparando com o ano anterior.

Ou seja, mesmo no meio da crise econômica em diversos setores, o ramo de distribuição de bebidas teve um boom e continua forte. 

Por isso, se você está pensando em montar um estabelecimento desse segmento, separamos 5 passos importantes para uma melhor organização e vendas.

Passo 1: Estude o mercado de distribuição de bebidas

Para dar certo, uma distribuidora de bebidas precisa estar em dia com as demandas do mercado.

Por isso, é preciso estudá-lo, principalmente a nível regional, já que trata-se de um estabelecimento físico. Vale a pena encontrar respostas para:

  • Qual é o perfil dos potenciais clientes? Você venderá apenas para pessoas jurídicas ou também para pessoas físicas?
  • Quais as tendências de consumo?
  • Quais as novidades do mercado (por exemplo: bebidas funcionais, energéticos etc.)?

Também não se esqueça de estudar a legislação para a abertura da sua distribuidora de bebidas. As principais são:

  • Lei nº. 8.069/1990, cujo artigo 81 proíbe venda de bebidas alcoólicas a crianças e adolescentes.
  • Lei nº. 9.294/1996, que restringe o uso e a propaganda de alguns produtos, incluindo as bebidas alcoólicas.
  • Lei nº. 8.078/1990, que institui o Código de Defesa do Consumidor para empresas que fornecem produtos e serviços no mercado. 

Para tirar as suas dúvidas sobre o mercado de distribuição de bebidas, também vale a pena consultar os sites de associações, tais como:

  • AMBEV (Companhia de Bebidas das Américas);
  • ABINAM (Associação Brasileira da Indústria de Águas Minerais);
  • ABIR (Associação Brasileira das Indústrias de Refrigerantes e de Bebidas Não Alcoólicas);
  • ABIPET (Associação Brasileira da Indústria do PET);
  • CONFENAR (Confederação Nacional das Revendas AMBEV e das Empresas de Logística e Distribuição). 

Outra questão importante: uma distribuidora de bebidas não se enquadra no Simples Nacional. Por isso, conte com o auxílio de um contador para que as dúvidas fiscais e tributárias sejam esclarecidas. 

Passo 2: Escolha a melhor localização e infraestrutura da sua distribuidora de bebidas

Você precisa ficar atento a duas características importantes na hora de escolher a localização do seu estabelecimento.

 A primeira delas é saber os aspectos legais. A Lei Federal nº 11.705/2008 estabelece que o comércio varejista ou o consumo local de bebida alcoólica não deve ocorrer em locais de domínio de rodovia federal ou em terrenos com acesso direto a ela. 

Você também precisa se atentar às normas do Plano Diretor Urbano da sua cidade e também da Vigilância Sanitária.

O segundo aspecto a ser considerado na hora de escolher a localização é pensar nos aspectos de atração dos clientes, tais como:

  • área para receber os clientes;
  • local para estoque;
  • banheiros, área de atendimento ao cliente;
  • acesso fácil à carga e descarga das bebidas;
  • concorrentes locais;
  • poder aquisitivo dos moradores do entorno.

Passo 3: Saiba negociar com os fornecedores

Um passo importante para você lucrar em sua distribuidora de bebidas é construir um bom relacionamento com os fornecedores.

Esse bom relacionamento pode abrir várias portas para o seu negócio, principalmente em relação a parcerias, descontos, melhores condições de pagamento, ações de marketing e lançamento de produtos com exclusividade etc. 

Leia também: 3 exemplos de trade marketing para aumentar as vendas

Passo 4: Planeje bem os custos e o valor de investimento

Ao estudar o mercado, você também precisará se preparar financeiramente para abrir e manter a sua distribuidora de bebidas.

O investimento varia de acordo de empresa para empresa, mas precisa considerar o porte dela. 

Além disso, inclua no investimento o valor dos custos fixos que não dependem exclusivamente das vendas das bebidas, tais como:

  • matéria-prima;
  • insumos;
  • impostos;
  • salários e encargos;
  • equipamentos e móveis;
  • despesas administrativas (telefone, aluguel, água, luz, internet etc). 

Passo 5: Estruture o marketing da sua distribuidora de bebidas

Outro passo importante é atrair os clientes certos para a sua distribuidora de bebidas – e isso deve ser feito nos meios digitais e também de forma local.

Nos meios digitais, considere divulgar o seu estabelecimento nas redes sociais, no Google Meu Negócio, em aplicativos de mensagens, e-mail e também em um site oficial da empresa.

É preciso despertar o interesse dos potenciais clientes com ofertas, promoções e na publicação de conteúdo de qualidade sobre o segmento. 

Já nos meios físicos, vale a pena investir em ferramentas de divulgação e atração de clientes, principalmente na entrada do estabelecimento. 

Uma ótima maneira de fazer isso é por meio dos wind flag banners. Eles são ferramentas de divulgação simples, personalizadas e que causam o bom impacto visual em quem estiver passando pelo local.

Quer saber mais? Então confira mais detalhes sobre o que os wind flag banners podem fazer pelo seu novo negócio.

cta comprar wind banner

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: