Qual-o-melhor-texto-para-banner
Qual o melhor texto para banner? Confira dicas!
30 de abril de 2021
Banner-para-campanha-eleitoral
Banner para campanha eleitoral: 5 dicas para conquistar a atenção dos eleitores
11 de maio de 2021

O marketing emocional é uma das melhores estratégias para você vender e fidelizar o seu cliente. 

Essa afirmação faz sentido, principalmente se levarmos em consideração como são as atuais propagandas de grandes marcas. Já reparou como o apelo é emocional, criando-se uma conexão com o público-alvo?

Por isso, neste artigo vamos te explicar o que é marketing emocional e como aplicá-lo na prática em seu negócio.

O que é o marketing emocional?

Marketing emocional é uma estratégia que se baseia no apelo emocional para atrair clientes. E é justamente aqui que muita gente se confunde.

Apelo emocional não é o mesmo que mentir, enganar, ludibriar, apelar para um produto ou serviço ruim. O bom marketing emocional cria conexão emocional com as pessoas, despertando nelas sensações que influenciam na decisão de compra. 

O marketing emocional pode ser usado a todo momento, mas ele costuma ser mais percebido em datas comemorativas, como Dia das Mães, Natal, Dia dos Namorados, etc. 

Além de vender, o marketing emocional pode cumprir outros objetivos, como reforçar a imagem da marca na mente do consumidor (branding). É esse apelo emocional unido à imagem da empresa que fará com que o consumidor se lembre da marca na hora de comprar. 

E os dados comprovam isso. Segundo uma pesquisa da Nielsen, por exemplo, as vendas costumam aumentar em 23% quando os anúncios geram um apelo emocional positivo nas pessoas. 

Quais são as principais emoções acessadas no consumidor na hora da compra?

Bom, na hora de colocarmos em prática o marketing emocional, podemos apelar para determinadas emoções, conforme descreveremos mais adiante aqui no artigo.

Mas, quais são as emoções acessadas pelo consumidor no momento em que ele está se decidindo pela compra? As principais são:

  • Medo: o consumidor sente que se não tomar uma decisão agora, ele sofrerá uma consequência desagradável (por exemplo, o produto vai acabar).
  • Altruísmo: o consumidor pode pensar em comprar o produto para ajudar os outros. Essa emoção é muito despertada em datas comemorativas e em campanhas solidárias.
  • Ganância: o consumidor pode comprar o produto naquele momento por entender que será recompensado.
  • Inveja: o consumidor pensa que se não comprar o produto, o concorrente vai comprar e sair na frente.
  • Vergonha: o consumidor pensa que se ele não comprar o produto naquele momento, ele parecerá estúpido.
  • Orgulho: o consumidor pensa que se comprar o produto, parecerá inteligente. 

São justamente essas (e outras) emoções que os vendedores tentam despertar nos potenciais clientes na hora da venda

Como colocar o marketing emocional em prática?

Existem duas dicas essenciais para começar: entender quais são os pilares do marketing emocional e criar uma conexão emocional nos anúncios de vendas e conteúdos em geral.

1. Entenda os pilares do marketing emocional

São três os pilares do marketing emocional para o sucesso dessa estratégia de comunicação:

Pilar 1: Autenticidade

É aqui que entra o marketing emocional legítimo: aquele que não engana o cliente. A autenticidade diz respeito a colocar sempre os valores e a missão da empresa na hora de construir a comunicação. É preciso soar verdadeiro sempre. 

Pilar 2: Relevância

O apelo emocional precisa ser relevante para o seu público – ou seja, para as pessoas certas. Então, você precisa conhecê-lo para saber como atraí-lo, tornando a sua marca única.  

Pilar 3: Humanização

Por mais que você queira aumentar as vendas, o faturamento, crescer a sua empresa e deixar os algoritmos “felizes” – objetivos extremamente legítimos – nunca se esqueça de que a comunicação é para uma pessoa. 

E uma pessoa sente emoções diversas. Descubra quais dessas emoções despertam desejos de compra e conte histórias baseadas nelas. Com histórias impactantes, a conexão torna-se ainda maior. 

2. Crie uma conexão emocional em suas propagandas e conteúdos em geral

Lembra de quando citamos logo acima aqui no artigo sobre as emoções acessadas pelo consumidor na hora da compra? 

Elas são despertadas a partir de outras emoções – estas sim, que você precisa trabalhar em toda a sua comunicação, seja nos anúncios, banners, redes sociais, e-mails e conteúdos de forma geral. 

As principais emoções são:

  • Identidade: quando a pessoa se identifica com a sua mensagem, ela se sente representada pela sua empresa e passa a considerar a compra.
  • Melhoria: quando a sua comunicação (e o seu produto / serviço) ajuda a tornar as pessoas melhores, sejam mais inteligentes e mais capazes, por exemplo, elas se conectam à empresa.
  • Satisfação: quando você supera as expectativas dos clientes, entregando mais do que ele esperava, ajuda na fidelização. 
  • Nostalgia: quando a sua comunicação desperta lembranças positivas nos clientes, a conexão é muito profunda, aumentando as chances de vender mais. 
  • Presença: quando a conexão é criada em torno de momentos de gratidão e de boas experiências, fortalece-se o relacionamento com o cliente. 

E então? Gostou de saber que o marketing emocional é uma estratégia acessível e que pode aumentar as suas vendas?
Comece colocando-o em prática nas principais datas comemorativas do varejo. No próximo post, saiba como se planejar para essas datas promocionais.

cta comprar wind banner

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: